Exército da Guatemala ataca caravana com milhares de migrantes que queriam chegar aos EUA - Plataforma Media

Exército da Guatemala ataca caravana com milhares de migrantes que queriam chegar aos EUA

As forças militares e de segurança da Guatemala reprimiram com violência uma caravana migrante com milhares de hondurenhos que queriam chegar ao México e a seguir aos Estados Unidos

As Forças Armadas e a polícia da Guatemala dispararam gás lacrimogéneo para dispersar milhares de migrantes que se dirigiam aos Estados Unidos a pé, e os soldados repeliram um grupo que tentava romper barreiras, testemunharam jornalistas da AFP.

As forças de segurança cercaram a caravana de migrantes numa estrada na cidade de Vado Hondo, perto da fronteira da Guatemala com as Honduras – de onde vieram as pessoas em fuga – e lançaram gás lacrimogéneo. A polícia diz que pelo menos 6.000 pessoas chegaram à cidade, das cerca de 9.000 que deixaram as Honduras nos últimos dias na esperança de chegar aos Estados Unidos para ali começar uma nova vida.

As explosões ensurdecedoras de botijas de gás e fumo fizeram com que milhares de migrantes voltassem para as Honduras, enquanto outros fugiram para as montanhas próximas. Muitos deixaram cair os seus escassos pertences na pressa de sair do caminho do perigo. Alguns que tentaram quebrar uma cerca foram espancados por polícias, equipados com capacetes e escudos.

Um oficial de saúde da região, a coberto do anonimato, relatou à AFP que vários migrantes ficaram feridos depois de serem atingidos. Alguns integrantes do contingente policial e militar empunhavam armas de fogo.

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Related posts
Eleitos

“Sem dignidade humana nas fronteiras”

MundoSociedade

Centenas de requerentes de asilo cubanos bloqueiam ponte entre México e os EUA

MundoSociedade

Mulheres detidas em prisão migratória dos EUA denunciam ginecologista por abusos

MundoSociedade

Autoridades americanas investigam esquemas ilegais nascidos durante a pandemia

Assine nossa Newsletter