Adiada cimeira regional sobre Cabo Delgado - Plataforma Media

Adiada cimeira regional sobre Cabo Delgado

Uma cimeira extraordinária da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) para debater a violência armada em Cabo Delgado, anteriormente marcada para dia 17 deste mês, foi adiada sem data, disse, ontem, uma fonte oficial à Lusa.

Segundo a mesma fonte, o adiamento deve-se ao número crescente de infecções causadas pela Covid-19 no país. A decisão de realizar uma cimeira extraordinária tinha sido anunciada a 14 de Dezembro do ano passado, após uma reunião de consultas da SADC, realizada em Maputo, um encontro que, além do Chefe de Estado moçambicano, contou com a presença dos Presidentes Cyril Ramaphosa, da África do Sul, Mokgweetsi Masisi, do Botswana,  Emmerson Mnangagwa do Zimbabwe, bem como a da Vice-Presidente da Tanzânia, Samia Sulihu. A violência armada em Cabo Delgado, onde se desenvolve o maior investimento multinacional privado de África, para a exploração de gás natural, está a provocar uma grave crise humanitária.

Leia mais em Jornal de Angola

Artigos relacionados
MoçambiqueSociedade

Novo relatório da AI descreve violações de direitos humanos em Cabo Delgado

MoçambiqueSociedade

Quase um milhão de pessoas passa fome severa devido aos ataques em Cabo Delgado

MoçambiqueSociedade

Cabo Delgado: 670 mil deslocados e 950 mil enfrentam fome

MoçambiquePolítica

MDN prevê cerca de 60 formadores de “forças especiais” em Moçambique

Assine nossa Newsletter