Neste século, nunca morreu tanta gente num dia: 633, a 11 de janeiro - Plataforma Media

Neste século, nunca morreu tanta gente num dia: 633, a 11 de janeiro

Desde 5 de janeiro que, diariamente, estão a morrer mais de 500 pessoas em Portugal. Nos primeiros 11 dias deste ano o excesso de mortalidade equivalia a 17% do apurado para 2020. Covid-19 responde por metade.

11 de janeiro de 2021. O dia em que mais pessoas morreram, em Portugal, neste século. São 633 óbitos, dos quais 155 por covid-19. Também, aqui, um novo máximo. Com o país a registar mais de 500 óbitos diários há oito dias consecutivos, o excesso de mortalidade segue em escalada.

De acordo com os dados do eVM – sistema de vigilância da mortalidade em tempo real – às 21 horas de ontem registavam-se 633 mortes no dia 11. Face à média do período 2009/2019, são 248 óbitos a mais.

Leia mais em Jornal de Notícias

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
BrasilSociedade

Brasil bate novo recorde de mortes por Covid-19 após somar 1.641 óbitos em 24 horas

ChinaSociedade

China regista primeira morte em oito meses

PortugalSociedade

Há mais de 70 anos que Portugal não tinha tantos mortos como em 2020

MundoSociedade

Europa ultrapassa 400.000 mortes provocadas pelo novo coronavírus

Assine nossa Newsletter