Tratamento com plasma rico em anticorpos reduz gravidade da Covid-19, diz estudo

Tratamento com plasma rico em anticorpos reduz gravidade da Covid-19, diz estudo

Teste foi feito na Argentina; opção pode ser importante enquanto a vacina não é universal, diz pesquisador

Um ensaio clínico com 160 idosos conduzido na Argentina mostrou que é possível evitar sintomas graves da Covid-19 com um tratamento feito à base de plasma rico em anticorpos contra o novo coronavírus.

Esse plasma foi obtido em doações de pessoas que já tinham tido a Covid-19 e que já se encontravam assintomáticas e com teste negativo para presença do vírus. Em cada doação (que pode ser repetida quinzenalmente), eram retirados 750 ml de plasma, o suficiente para tratar três pacientes.

Os voluntários tinham idade média de 77,2 anos e foram distribuídos aleatoriamente entre os grupos de teste (que recebeu o plasma) e placebo (que recebeu apenas solução salina). Para entrar no estudo era necessário ter 75 ou mais ou entre 65 e 74 anos com alguma comorbidade, como diabetes, hipertensão, obesidade e doença renal crónica.

O estudo foi do tipo duplo-cego, no qual nem cientistas nem participantes sabiam quem recebeu cada tratamento, o que reduz a chance de haver viés de interpretação.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
MundoSociedade

EUA supera o meio milhão de mortos pela Covid, enquanto vacinação acelera no mundo

MundoSociedade

Doentes hospitalizados apresentam lesões no coração após alta

LusofoniaSociedade

Escolas Portuguesas no estrangeiro com calendário escolar local

MundoSociedade

Novos casos de covid-19 diminuíram 16% na semana passada

Assine nossa Newsletter