Rio violento: duas meninas mortas a tiro quando brincavam à porta de casa - Plataforma Media

Rio violento: duas meninas mortas a tiro quando brincavam à porta de casa

Emilly, 4, e Rebeca, 7, primas, brincavam à porta de casa quando foram atingidas por tiros, na noite de sexta-feira em Duque de Caxias, Baixada Fluminense, estado do Rio de Janeiro. A família diz que a polícia esteve envolvida na troca de tiros mas a corporação nega

Duas crianças morreram após serem baleadas durante tiroteio na noite desta sexta (4) em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Emilly Victoria, 4, e Rebeca Beatriz Rodrigues dos Santos, 7, brincavam na porta de casa quando foram atingidas.

Elas foram levadas por moradores para uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) na região, mas segundo a Secretaria Estadual de Saúde, já chegaram mortas ao local. Emilly foi baleada na cabeça e Rebeca, no tórax.

Dado Galdieri/THe New York Times

As duas eram primas. A família diz que a polícia estava envolvida na troca de tiros, o que a corporação nega. Segundo eles, os policiais teriam atirado contra dois homens que estavam em uma moto.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Artigos relacionados
BrasilSociedade

Um dia após tiroteio em Criciúma, novo ataque acontece em Cametá, no Pará

BrasilLusofonia

Restrições de operações policiais nas favelas diminuiu violência

BrasilSociedade

Mortes em favelas do Rio caíram 70% durante a pandemia

BrasilSociedade

Criança e três adultos morrem em tiroteio durante festa popular no Rio

Assine nossa Newsletter