Morte de ucraniano pelo SEF é "uma terrível violação dos direitos humanos" - Plataforma Media

Morte de ucraniano pelo SEF é “uma terrível violação dos direitos humanos”

Ylva Johansson, comissária europeia dos Assuntos Internos, diz ter conversado com Eduardo Cabrita e terá recebido a garantia de que todos os procedimentos judiciais estão a decorrer e de que vai haver mudanças na liderança do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, na sequência da morte de Ihor Homenyuk, sob custódia do SEF.

Ylva Johansson, comissária europeia dos Assuntos Internos, ouvida pelo jornalista Ricardo Alexandre, comentou o caso do cidadão ucraniano morto com violência num centro de detenção temporária no aeroporto de Lisboa, sob a custódia do SEF. Na perspetiva da comissária sueca, trata-se de um caso de “violação” dos direitos humanos.

A alta responsável europeia conversou com o ministro da Administração Interna e recebeu a garantia de que todos os procedimentos judiciais estão a decorrer e de que vai haver mudanças na liderança do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras. “Uma terrível violação dos direitos humanos; e, se estou corretamente informada, o caso está a ser investigado judicialmente, as pessoas envolvidas estão a ser processadas, e penso que vai haver mudanças na liderança e também nas regulações. Portugal está a lidar com o assunto. É algo que devemos ter sempre em conta: nem toda pode ficar na União Europeia, nem todos estão elegíveis para o fazer, alguns têm de regressar à origem, mas são seres humanos. Mesmo que não possam ficar, têm dignidade, têm direitos. Têm de ser tratados de acordo com essa dignidade e direitos.”

Leia mais em TSF

Artigos relacionados
PortugalSociedade

SEF já pagou indemnização à viúva de Ihor

PortugalSociedade

MP investiga queixa contra segurança privada ilegal no centro de detenção do SEF

PortugalSociedade

Família de ucraniano morto em Portugal deverá receber mais de 830 mil euros de indemnização

PortugalSociedade

Médico que fez autópsia de Ihor pode voltar a ser contratado por Instituto de Medicina Legal

Assine nossa Newsletter