Rússia acusa YouTube de censura e propõe plataformas nacionais para o substituir - Plataforma Media

Rússia acusa YouTube de censura e propõe plataformas nacionais para o substituir

O regulador das comunicações russo, Roskomnadzor, propôs este sábado a criação de plataformas de vídeo nacionais para substituir o YouTube, devido à alegada “censura” do serviço norte-americano a meios de comunicação russos.

“Chamamos a atenção dos meios de comunicação russos para a necessidade de manter canais de informação nas plataformas de vídeo nacionais. Pedimos às principais empresas de tecnologia que ajudem os nossos meios de comunicação a criá-los e popularizá-los”, divulgou este sábado, em comunicado, o Serviço Federal de Supervisão de Comunicações, Tecnologia da Informação e Meios de Comunicação de Massa da Rússia (Roskomnadzor), citado pela agência de notícias EFE.

Esta proposta foi feita depois de o regulador das comunicações russo ter acusado a Google de ter imposto ao YouTube “um veto total” à criação de canais pela agência de notícias ANNA News.

Leia mais em Jornal de Notícias

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
MundoPolítica

EUA e Rússia começaram negociações para prolongar Tratado New Start

MundoPolítica

Opositor russo preso apela às pessoas para "tomarem as ruas"

MundoPolítica

Crítico do Kremlin, Alexei Navalny, regressou a Moscovo. Quatro apoiantes detidos

ChinaDesporto

Após Rússia ser banida das Olimpíadas, China cria lei que criminaliza doping

Assine nossa Newsletter