Aviso de tsunami - Plataforma Media

Aviso de tsunami

Estão a morrer de fome milhões de pessoas em todo o mundo. Todos são vítimas da pior crise económica desde a II Guerra Mundial.

Mais de 729 milhões de pessoas estarão a viver em situação de pobreza extrema – a viver com menos de dois dólares por dia – até aofinal do ano, segundo o Banco Mundial. São 9,4% da população mundial, e serão 114 milhões a mais do que o previsto antes do aparecimento do coronavírus.

Destes, muitos deles morrerão com fome. E, de acordo com o Programa Alimentar Mundial da ONU, mais de 265 milhões de pessoas, principalmente nos países em desenvolvimento, estão à beira da fome.

Em oito meses, um vírus acabou com 20 anos de combate à pobreza extrema, de acordo com economistas do Banco Mundial. E é um sério revés para outras tantas pessoas que vivem com um orçamento inferior a 5,50 dólares (são… 3,2 mil milhões, ou seja metade da população do planeta), que também sofrem para conseguir atender às suas necessidades básicas.

Mas cerca de 500 milhões podem vir juntar-se a este tão desgraçado número.

“Estamos a assistir apenas ao começo do tsunami”, alerta Olivier de Schutter, Relator Especial das Nações Unidas para a Pobreza Extrema e Direitos Humanos. Voltar aos níveis anteriores a crise de saúde pública à escala planetária não será fácil. Serão necessários uma grande quantidade de recursos e, sobretudo, que a economia global avance a uma velocidade nunca antes vista.

Ninguém está preparado para enfrentar este tsunami. E se nos dizem que temos de aprender a viver neste “novo normal”, é urgente que comecemos também a aprender a pensar diferente.

*Editora da edição em Português do Plataforma

Este artigo está disponível em: English

Related posts
Editorial

A minha tem mais 90 do que a tua

Editorial

Navegação à vista

Editorial

Vacina não é (só) covid

Editorial

Longe da vista

Assine nossa Newsletter