EUA impõem restrições de visto a quatro países de língua portuguesa - Plataforma Media

EUA impõem restrições de visto a quatro países de língua portuguesa

Garantias de entrada podem chegar aos 15 mil dólares

Os cidadãos de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe terão que pagar uma garantia de entre cinco mil e 15 mil dólares americanos para poderem visitar os Estados Unidos, avança o portal Voa Português. Moçambique é, dessa forma, o único país lusófono em África não abrangido pela decisão.

A medida dissuadora, que entra em vigor na véspera do Natal, foi tomada ao abrigo de uma ordem temporária emitida pelo Departamento de Estado dos EUA e deverá prolongar-se até junho do próximo ano.

A ideia colocada em prática pelo governo de Donald Trump abrange diversos países, a maioria oriundos de África e é a forma encontrada pelos norte-americanos para combater abusos, uma vez que, diz o Departamento de Estado, os cidadãos dos países em questão “têm grandes níveis de violação de prazos de estadia dos seus vistos de turismo e de negócios”.

Para além dos quatro países, os EUA também colocaram na lista a República Democrática do Congo, a Libéria, o Sudão, o Chade, o Burundi, o Djibouti, a Eritreia, a Gâmbia, a Mauritânia, o Burkina Faso, a Líbia, o Afeganistão, o Butão, o Irão, a Síria, o Laos e o Iémen.

Este artigo está disponível em: English 繁體中文

Related posts
PortugalSociedade

Norte-americanos apostam em vistos laborais para viverem em Portugal

MundoSociedade

Secas intensificaram-se em África nos últimos 40 anos

ChinaEconomia

China organiza conferência sobre cooperação China-África

MacauSociedade

Reinício das excursões com o Interior da China mantém-se para Novembro

Assine nossa Newsletter