Hospitais já começaram a selecionar doentes que vão receber cuidados intensivos - Plataforma Media

Hospitais já começaram a selecionar doentes que vão receber cuidados intensivos

O caso mais preocupante é o hospital de Penafiel, cujos enfermeiros reportam queixas à Ordem por serem obrigados a trabalhar em cuidados intensivos, sem terem formação para operar com o ventilador

Os hospitais já começaram a selecionar os doentes que vão receber cuidados intensivos. A bastonária da Ordem dos Enfermeiros dá o exemplo do hospital de Penafiel, onde já não há lugar para todos, devido ao número crescente de pacientes dianosticados com Covid-19.

As equipas começam a ter de fazer escolhas, denuncia, em declarações à TSF, Ana Rita Cavaco. O hospital de Penafiel está “há vários dias muito, muito pressionado”, com “196 doentes positivos internados”, dos quais mais de cem foram transferidos, garante a bastonária.

“Claramente há um surto que está descontrolado na comunidade, e continua descontrolado. É isto que nós não conseguimos perceber”.

Ana Rita Cavaco conta que tem recebido queixas de enfermeiros do hospital de Penafiel, que não têm formação em cuidados intensivos, mas são forçados a prestar os cuidados em unidades criadas à pressa. “Não há lugar para todos, por exemplo, no hospital de Penafiel, e daí o motivo de estarem a fazer transferências destes doentes, inclusive para hospitais em Lisboa, e há efetivamente uma capacidade finita dos cuidados intensivos, que obriga a ter de escolher que doentes se pode colocar em cuidados intensivos, e quais aqueles que têm condições para permanecerem em unidades de cuidados intensivos.”

Leia mais em TSF

Artigos relacionados
PortugalSociedade

Hospitais portugueses já testam covid e gripe ao mesmo tempo

PortugalSociedade

Portugal bate novo recorde de casos num só dia

PolíticaPortugal

Há 253 ventiladores parados por falta de uma peça

PolíticaPortugal

Hospitais podem suspender atividades não urgentes

Assine nossa Newsletter