50 anos de fotografia de Alfredo Cunha, um dos maiores fotógrafos portugueses - Plataforma Media

50 anos de fotografia de Alfredo Cunha, um dos maiores fotógrafos portugueses

Até 2 de maio de 2021 o Centro Português de Fotografia acolhe a mostra antológica de Alfredo Cunha e dos seus 50 anos de fotografia, de 1970 a 2020

É impossível falar do fotojornalismo português sem falar de Alfredo Cunha, cuja câmara captou imagens icónicas de vários momentos históricos de Portugal com destaque para o 25 de Abril, nomeadamente o retrato de Salgueiro Maia no Largo do Carmo que se tornou um símbolo da revolução.

Nascido em Celorico da Beira, Alfredo Cunha pôs o seu olhar de fotógrafo ao serviço de títulos como o “Notícias da Amadora”, “O Século”, em várias agências de notícias, incluindo a Lusa, no “Público” e no “Jornal de Notícias”. Foi fotógrafo oficial de dois presidentes da República: Ramalho Eanes e Mário Soares. Saiu do jornalismo em 2012. Sempre se definiu como retratista e captou para a posteridade figuras maiores da vida portuguesa como Cristiano Ronaldo e Amélia Rey Colaço, Marcelo Rebelo de Sousa e Laura Alves, Cesária Évora e Pinto da Costa, António Lobo Antunes e Zé Pedro, entre muitos outros.

O Portugal contemporâneo foi captado por ele, como ninguém. A exposição dos seus 50 anos de fotógrafo está patente no Centro Português de Fotografia, em Lisboa, até 2 de maio de 2021.

Related posts
CulturaPortugal

Exposição "Leica Years" junta 50 anos de trabalho do fotojornalista Alfredo Cunha

Assine nossa Newsletter