Mais de 10 mil crianças beneficiam do projecto de transferência monetária

Mais de 10 mil crianças beneficiam do projecto de transferência monetária

Mais de 10 mil crianças menores de cinco anos, das províncias do Uíge, Moxico e Bié, estão a beneficiar do projecto de transferências sociais monetária “Valor Criança”, iniciado em 2019, indica um boletim do Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (MASFAMU)

O projecto contempla a transferência monetária no valor de três mil Kwanzas/mês por cada criança. Às famílias são encorajadas a investir o montante no bem estar dos menores, como na alimentação equilibrada, saúde, protecção, entre outros. 

A ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, Faustina Alves, comprometida com a situação da criança, disse, ontem, durante um encontro com representante do Fundo das Nações Unidas de Apoio à Infância (UNICEF), que o projecto, que se encontra na sua fase piloto até ao final do ano, vai beneficiar cerca de 20 mil crianças. Neste projecto, estão contempladas crianças das províncias do Uíge, Moxico e Bié, particularmente as dos municípios de Catabola, Chinguar, Camanongue, Luena e Damba.       

Faustina Alves lembrou que o programa faz parte das acções do Governo para promover o direito de todos os cidadãos e insere-se no quadro das actividades do Projecto de Apoio à Protecção Social.

No encontro, a ministra do MASFAMU destacou os casos de violência contra criança, fuga à paternidade e o abandono de crianças, como um dos aspectos que carecem de ações que devem ser desenvolvidas até próximo ano. Sublinhou que a posterior será feita  uma avaliação que tem a ver com protecção integral e estudo de apreciações sobre o “Valor Criança”. Para a governante,  a cooperação com UNICEF representa um grande reforço das várias acções já desencadeadas ao longo de vários anos com as Nações Unidas. Assegurou o aperfeiçoamento das competências institucionais entre o MASFAMU e o UNICEF, para o alcance dos objectivos ligados à protecção integral da criança. 

Leia mais em Jornal de Angola

Related posts
Sociedade

Pandemia na infância. "Os abusos domésticos e online aumentaram para proporções alarmantes"

BrasilSociedade

Técnica inovadora corrige deformidades nas pernas de crianças e jovens

MacauSociedade

Mais de 40% das crianças pobres são de famílias monoparentais

Um milhão de crianças em Luanda sofre de mal nutrição

Assine nossa Newsletter