Hamilton, admirado como abolicionista, seria afinal dono de escravos - Plataforma Media

Hamilton, admirado como abolicionista, seria afinal dono de escravos

Novo estudo lança uma nova luz sobre um dos Pais Fundadores dos EUA, que serve de inspiração ao musical de sucesso de Lin-Manuel Miranda.

Alexander Hamilton, um do Pais Fundadores dos EUA que é admirado como um abolicionista no musical de sucesso na Broadway com o seu nome, era afinal dono de escravos.

A conclusão é de um estudo, que foi escrito no ano passado mas só agora publicado online, da historiadora Jessie Serfilippi, da mansão histórica dos Schuyler, em Albany, Nova Iorque. Os Schuyler eram os sogros de Hamilton.

No trabalho “Uma coisa odiosa e imoral: A história escondida de Alexander Hamilton como um dono de escravos”, Serfilippi escreveu que “há pouco espaço no discurso moderno para questionar os pensamentos e sentimentos do fundador sobre a escravatura”.

Contudo, indica, “não só Alexander Hamilton escravizou pessoas, mas o seu envolvimento na instituição da escravatura foi essencial para a sua identidade, tanto pessoal como profissionalmente”.

O facto de Hamilton ter trabalhado como intermediário na compra e venda de escravos para membros da família e amigos já era sabido pelos historiadores. Mas se ele pessoalmente tinha escravos tem sido um tema em debate entre os especialistas.

Leia mais em Diário de Notícias

Related posts
Sociedade

Paris prepara sua primeira estátua de uma heroína negra contra a escravidão

LifestyleMundo

Estátua de ativista negra que substituiu traficante de escravos foi removida em Bristol

Machado de Assis, negro ou branco, do Fla ou do Flu?

MundoPolítica

"Foram os europeus, e não os africanos ou asiáticos, que aboliram a escravatura"

Assine nossa Newsletter