Documentário usa deepfake para mostrar torturas e perseguição a LGBTs na Rússia - Plataforma Media

Documentário usa deepfake para mostrar torturas e perseguição a LGBTs na Rússia

‘Welcome do Chechnya’, exibido na Mostra de SP, mostra homofobia levada ao extremo

Em abril de 2017, o jornal de oposição russo Novaya Gazeta revelou para o mundo que prisões, torturas e assassinatos de LGBTs estavam acontecendo de forma extrajudicial, acobertada pelo governo, na Chechênia, parte da Rússia.

Como resposta às alegações, o presidente checheno, Ramzan Kadyrov, não apenas disse que a perseguição ao grupo era mentira, como também afirmou que não existiam homossexuais em sua república. O assunto ganhou manchetes do mundo todo, mas pouco aconteceu —a onda de violência continuou e se estendeu até mesmo a jornalistas que escreviam sobre as perseguições.

Leia mais em Folha de S.Paulo.

Related posts
ChinaPolítica

China assina acordo para reforço da colaboração militar com Rússia

BrasilSociedade

MP investiga exclusão da comunidade LGBT+ em questões do censo

MundoPolítica

Putin diz que manobras dos EUA no Mar Negro são 'provocação'

FuturoMundo

EUA condenam teste 'irresponsável' de míssil espacial da Rússia

Assine nossa Newsletter