Bolsonaro diz que juiz não pode decidir sobre obrigatoriedade de vacina para Covid-19 -

Bolsonaro diz que juiz não pode decidir sobre obrigatoriedade de vacina para Covid-19

Declaração vem após presidente do STF afirmar ver com bons olhos Justiça entrar na discussão e tomar uma decisão a respeito

Após o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Luiz Fux, afirmar que vê com bons olhos a Justiça entrar na discussão sobre a vacina do novo coronavírus e tomar uma decisão a respeito, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), disse nesta segunda-feira (26) que não pode um juiz querer decidir sobre a obrigatoriedade da imunização contra a Covid-19.

“Entendo que isso [não] é uma questão de Justiça, é uma questão de saúde acima de tudo. Não pode um juiz decidir se você vai ou não tomar a vacina. Isso não existe. Nós queremos é buscar a solução para o caso”, afirmou Bolsonaro a apoiadores na porta do Palácio da Alvorada em uma transmissão editada feita por um canal pró-governo.

O presidente disse que terá uma reunião nesta segunda com o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, que foi diagnosticado na semana passada com Covid-19. O evento não aparece na agenda oficial do presidente.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Artigos relacionados
BrasilPolítica

Bolsonaro bate recorde e é o que mais libera verba em emenda parlamentar desde 2015

Brasil está a desprezar a China– Veja o PDF

BrasilFuturo

Bolsonaro pondera proibição da Huawei

BrasilPolítica

Senador defensor da cloroquina e contra isolamento social morre de Covid-19

Assine nossa Newsletter