Médico do Hospital Conde São Januário suspenso por omitir estadia em Qingdao - Plataforma Media

Médico do Hospital Conde São Januário suspenso por omitir estadia em Qingdao

Um cirurgião plástico do Centro Hospitalar Conde de São Januário esteve em Qingdao entre fins de Setembro e inícios de Outubro e não informou a chefia dessa situação, tendo continuado a trabalhar normalmente. O médico encontra-se suspenso e está a ser levada a cabo uma investigação.

A cidade de Qingdao, na província de Shandong, foi o local de um recente surto de Covid-19. O médico voltou a Macau no dia 5 de Outubro e voltou ao trabalho no dia seguinte.

A partir do dia 13 de Outubro, as autoridades de Macau anunciaram que todas as pessoas que chegassem ao território vindas de Qingdao precisavam de fazer quarentena.

O médico já estava em Macau nessa data, contudo o clínico nunca chegou a informar os superiores que esteve na cidade nas duas semanas anteriores nem mostrou o código de saúde, que devia ser amarelo, à entrada no hospital a partir de dia 13. Uma falha apontada pelos Serviços de Saúde, numa nota publicada esta noite.

Leia mais em TDM – Rádio Macau.

Related posts
MundoSociedade

Seis em cada sete infecções de Covid-19 em África não são detetadas

Mundo

EUA abrirá fronteiras terrestres a viajantes vacinados em novembro

MundoSociedade

Reforço de Moderna ou Pfizer funciona melhor para vacinados com J&J

MundoSociedade

Metade dos recuperados apresentam sintomas de “covid longa”

Assine nossa Newsletter