FMI. Ajustamento português em 2021 pode ser dos mais duros da Europa - Plataforma Media

FMI. Ajustamento português em 2021 pode ser dos mais duros da Europa

Governo prevê cumprir Pacto em 2022, mas FMI diz que, mesmo sem Plano de Recuperação, Portugal corta défice para 2,7% no ano que vem

O governo português pode conseguir fazer um dos ajustamentos orçamentais mais duros do chamado mundo desenvolvido em 2021, de acordo com previsões recentes do Fundo Monetário Internacional (FMI) e cálculos do Dinheiro Vivo (DV).

De acordo com o novo estudo Monitor Orçamental, coordenado por Vítor Gaspar, ex-ministro das Finanças, atualmente diretor do departamento de assuntos orçamentais da instituição, o FMI até está mais pessimista do que o governo relativamente ao corrente ano: enquanto o ministro João Leão está a apontar terminar 2020 com um défice público equivalente a 8,4% do produto interno bruto (PIB), o FMI calcula que o desequilíbrio das contas possa chegar a 7,3%.

Leia mais em Dinheiro Vivo

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
EconomiaMoçambique

FMI discute novo programa de financiamento a Moçambique

AngolaEconomia

FMI diz que Angola não recupera da pandemia até 2024

EconomiaMundo

FMI prevê que todas as economias lusófonas africanas voltam a crescer em 2021

ChinaEconomia

FMI prevê que China será a única grande economia a crescer este ano

Assine nossa Newsletter