Revista científica Nature dá apoio oficial a Joe Biden - Plataforma Media

Revista científica Nature dá apoio oficial a Joe Biden

A Nature justificou o apoio declarado ao candidato democrata por oposição ao conservador Donald Trump que acusa de gestão “desastrosa” da pandemia e desvalorização dos efeitos mundiais do aquecimento global

Uma das publicações científicas de maior prestígio mundial, a revista Nature, veio hoje endossar o seu apoio público a Joe Biden num editorial. Na justificação desse apoio, a Nature fez um ataque cerrado a Donald Trump. “Nenhum Presidente dos Estados Unidos na História recente atacou e minou tão implacavelmente instituições vitais como agências científicas, o Departamento de Justiça e o próprio sistema eleitoral”.

A Nature criticou Donald Trump pela retirada dos Estados Unidos do acordo do clima de Paris de 2015 e do acordo nuclear com o Irão, e ainda pelos seus ataques à Organização Mundial da Saúde – algo que rotulou de “impensável durante uma pandemia”.

“O desrespeito da administração Trump pelas regras, governo, ciência, instituições da democracia e, em última análise, pelos factos e pela verdade, foram plenamente exibidos na sua resposta desastrosa à pandemia Covid-19”, refere o artigo. “Apesar de ter vastos recursos científicos e monetários à sua disposição, Trump falhou catastroficamente quando era mais importante.”

Magdalena Skipper, editora-chefe da Nature, disse à AFP que Trump “minou continuamente” a tomada de decisão baseada em provas, contribuindo para a confusão pública sobre questões de facto científicas. “Ele minou agências científicas importantes, incluindo o Centro de Controlo de Doenças e a Agência de Proteção Ambiental … levando à erosão da confiança pública nas instituições que são essenciais para manter as pessoas e o meio ambiente seguros”, adiantou Magdalena Skipper.

Em contraste, o editorial da Nature elogiou o histórico de Biden no Senado como alguém disposto a conseguir acordos bipartidários, “uma habilidade que será necessária agora mais do que em qualquer outro momento no passado recente”. Se eleito, Biden garantiu que retomará o acordo de Paris com os EUA e tomará medidas guiadas pela ciência para tentar colocar a Covid-19 sob controlo.

O candidato democrata também teria a oportunidade de reverter muitas das políticas mais prejudiciais ao meio ambiente de Trump. A Nature escreveu que Biden deve procurar reverter a “flagrante” legislação aprovada por Trump sobre imigração e vistos de estudantes, bem como “exigir dos EUA o cumprimento dos seus compromissos internacionais”.

Este artigo está disponível em: English

Related posts
MundoPolítica

Crença em fraude eleitoral segue forte entre eleitores leais a Trump

MundoPolítica

EUA dizem estar preparados para todos os cenários sobre Ucrânia

MundoPolítica

Líder de grupo de ultradireita é indiciado por invasão ao Capitólio

ChinaPolítica

EUA argumenta contra reivindicações marítimas 'ilegais' da China

Assine nossa Newsletter