Amnistia Internacional suspende atividades na Índia e acusa governo de perseguição - Plataforma Media

Amnistia Internacional suspende atividades na Índia e acusa governo de perseguição

Autoridades afirmam que ONG violou normas de financiamento estrangeiro

A Anistia Internacional anunciou nesta terça-feira (29) a suspensão das suas atividades na Índia após o congelamento das suas contas bancárias e afirmou que a entidade é vítima de uma “caça às bruxas” do governo indiano contra grupos de direitos humanos.

ONGs há muito afirmam que são perseguidas pela gestão do primeiro-ministro nacionalista Narendra Modi devido às suas denúncias de violações dos direitos humanos, especialmente na Caxemira indiana.

Leia mais em Folha de S.Paulo.

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
MoçambiqueSociedade

Acórdão que anula condenação de ex-namorado da filha de Samora Machel é “duro golpe”

MundoSociedade

Índia supera 7 milhões de casos de coronavírus

MoçambiqueSociedade

Amnistia alerta para crimes contra civis após três anos de insurgência em Cabo Delgado

LifestyleMundo

A história do frango tikka masala: poucos fãs na Índia, apesar da sua fama internacional

Assine nossa Newsletter