Jovem de 19 anos violada por quatro homens morre na Índia - Plataforma Media

Jovem de 19 anos violada por quatro homens morre na Índia

Vítima não resistiu aos ferimentos, duas semanas após ser atacada em Hathras. Um caso que está a ser comparado ao da mulher violada num autocarro em Deli em 2012

Uma jovem indiana de 19 anos, que terá sido violada por quatro homens a 14 de setembro, não resistiu aos ferimentos e morreu esta terça-feira no hospital. O caso está a causar indignação na Índia, oito anos após a violação coletiva de outra jovem num autocarro em Deli ter levado à alteração da lei.

O ataque mais recente ocorreu em Hathras, no estado de Uttar Pradesh, no norte da Índia, e a vítima é uma mulher dalit (anteriormente classificado como “intocável”, a casta mais baixa no sistema hindu). Tinha ido apanhar alimentos para os animais quando foi arrastada pelo pescoço para um campo onde foi atacada, sendo estrangulada e tendo tido a sua língua cortada. Os agressores, que foram detidos, são de castas superiores.

Inicialmente as autoridades tinham acusado um homem de tentativa de homicídio, só descobrindo que a vítima tinha sido violada quando esta prestou declarações. Detiveram depois os outros três homens. Todos foram acusados de violação coletiva.

“Queremos justiça para ela. Os acusados não devem ser poupados. Têm que ser enforcados”, disse o irmão aos media indianos. A família alegou que o principal arguido sempre assediou dalits na região.

Leia mais em Diário de Notícias

Artigos relacionados
BrasilMundo

Covid-19: Profissionais do Brasil, Índia e México sob maior pressão de mudanças laborais

MundoSociedade

Incêndio num hospital com pacientes de Covid-19 na Índia faz pelo menos cinco mortos

BrasilPolítica

Modelo acusa senador brasileiro de violação

MundoSociedade

Covid-19: Índia ultrapassa os nove milhões de casos

Assine nossa Newsletter