EUA anuncia que aplicará sanções 'da ONU' contra Irão e Maduro -

EUA anuncia que aplicará sanções ‘da ONU’ contra Irão e Maduro

Os Estados Unidos anunciaram nesta segunda-feira medidas punitivas contra o ministério da Defesa do Irão e o presidente venezuelano Nicolás Maduro, em nome do respeito às sanções da ONU contra o Irã que estão sendo contestadas pelo resto do mundo.

“Por quase dois anos, funcionários corruptos em Teerã trabalharam com o regime ilegítimo da Venezuela para contornar o embargo de armas da ONU”, disse o chefe da diplomacia americana, Mike Pompeo, a repórteres. 

“Nossas medidas hoje são um alerta que deve ser ouvido em todo o mundo”.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou nesta segunda-feira um decreto que autoriza “severas sanções econômicas contra qualquer país, empresa ou pessoa que contribua para o fornecimento, venda ou transferência de armas convencionais para a República Islâmica do Irão”, explicou seu assessor de segurança nacional, Robert O’Brien.

Por essa razão, o presidente venezuelano, considerado ilegítimo pelos Estados Unidos, é alvo.

O secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, presente na mesma entrevista coletiva em Washington, também anunciou medidas contra a Organização Iraniana de Energia Atômica. 

Mike Pompeo disse na madrugada de domingo que “todas as sanções da ONU contra a República Islâmica do Irã levantadas anteriormente” estavam “de volta”. Mas o resto das grandes potências, incluindo os aliados dos Estados Unidos, contestam essa análise e consideram que a manobra de Washington não tem efeito jurídico.

Artigos relacionados
MundoPolítica

Igreja Católica diz ser “imoral” convocar eleições na Venezuela

MundoPolítica

Natal já começou na Venezuela. Ordens do presidente

MundoPolítica

Assembleia Constituinte dá a Maduro poderes especiais com 'Lei Antibloqueio'

EconomiaMundo

Venezuela, antiga gigante do petróleo, chega ao fim de uma era

Assine nossa Newsletter