Botsuana muda lei e permite que mulheres casadas sejam donas de terras

Botsuana muda lei e permite que mulheres casadas sejam donas de terras

O Botsuana vai permitir pela primeira vez que as mulheres casadas possam adquirir terras em conjunto com os seus maridos, algo que lhes era até agora vedado, anunciou o Presidente deste país africano, Mokgweetsi Masisi.

A lei ainda em vigor, de 2015, impede que as mulheres casadas sejam proprietárias ou coproprietárias de terrenos se os seus maridos já tiverem um terreno em seu nome, o que na prática impedia que fosse donas da terra onde trabalhavam e viviam, de acordo com a agência de notícias espanhola, a Efe.

A lei “não dava às mulheres casadas o mesmo tratamento que aos homens e queria informar que este tratamento discriminatório foi revogado”, escreveu o Presidente na sua conta do Twitter.

A nova lei é um grande triunfo para os grupos defensores dos direitos da mulheres que tinham exigido esta alteração legislativa, algo que o Presidente tinha prometido durante a campanha eleitoral.

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
Sociedade

300 mil africanos podem morrer em consequência da Covid-19

Sociedade

Africanos vítimas de discriminação racial na China

Assine nossa Newsletter