Namorar depois dos 50 anos? Eis o que precisa de saber

Namorar depois dos 50 anos? Eis o que precisa de saber

O amor não tem idades, já diz o velho ditado português. E, não raras as vezes, pode mesmo surgir após os 50 anos – ou mais.

Recorde-se, por exemplo, do casal que depois dos 100 anos encontrou o amor e casou-se, ou da idosa de 83 anos que dá várias dicas sobre como arrasar no Tinder.

O site Pure Wow falou com alguns especialistas que decidiram juntar uma mão cheia de dicas para as pessoas que decidem encontrar o amor após os 50 anos de idade e o Delas.pt reúne-as agora para si.

Ora veja abaixo o que deve ter em atenção:

Pense no que quer

Vários profissionais concordam que é mais provável ter uma boa experiência amorosa se já tiver passado algum tempo a imaginar exatamente o que quer. Por exemplo, quer mulheres com filhos? Quer mulheres na sua faixa etária? Quer algo duradouro? Quer alguém que fume? Pepper Schwartz, professor de sociologia da Universidade de Washington, sugere que escolha cinco qualidades principais de um encontro potencial como “obrigatórios” e siga-as quanto conseguir. Veja o que quer para o seu futuro e foque-se nesses factores essenciais para si.

Ensaie o encontro

Se esteve muito tempo sem primeiros encontros, é normal que se sinta mais nervosa e não saiba muito bem o que fazer ou dizer. E embora as coisas nunca saiam exatamente como planeamos, ter uma ideia de certas perguntas interessantes e importantes pode ser um bom primeiro passo para que a conversa flue naturalmente e de forma dinâmica. artilhe histórias, mostre os seus interesses e pergunte também o mesmo à outra pessoa. Deixe que a conversa seja leve e descontraída mas, ao mesmo tempo, ilucidaditava.

Leia mais em Delas

Assine nossa Newsletter