Mercados de fora da União Europeia salvam exportações de vinho em Portugal - Plataforma Media

Mercados de fora da União Europeia salvam exportações de vinho em Portugal

Vendas ao exterior cresceram 1,6% nos primeiros sete meses do ano, apesar da quebra de 8,5% no vinho do Porto.

As exportações de vinho voltaram a terreno positivo. No acumulado de janeiro a julho, os produtores portugueses exportaram 1,740 milhões de hectolitros de vinho no valor de 450,736 milhões de euros, o que representa um crescimento homólogo de 2,9% em volume e de 1,6% em valor. Boas notícias depois das quebras de abril e maio, que fizeram com que o setor fechasse o primeiro semestre com uma quebra homóloga de 0,9%.

Dados “muito positivos”, diz o presidente do Instituto da Vinha e do Vinho, mas lembra que a incógnita quanto à situação global da pandemia no último trimestre do ano, um período crítico para as vendas de bebidas alcoólicas, por causa do Natal e do fim de ano, não permite ainda perspetivar a performance global em 2020.

“Vê-se que o setor está a operar de forma positiva e a combater os obstáculos com que se tem deparado, embora haja algumas questões preocupantes, como é o caso da quebra em França, que é o principal mercado dos vinhos nacionais”, diz Bernardo Gouvea. De facto, as vendas para França caíram 8,1% para 60,5 milhões de euros, no acumulado dos sete meses, o que, apesar de tudo, denota alguma recuperação. É que a quebra em abril foi de quase 35%, mas em julho já só caiu 0,5%.

Leia mais em Diário de Notícias

Related posts
LifestyleLusofonia

Macau lança primeira carta de vinhos lusófonos recomendados

BrasilLifestyle

Com melhor safra no pior dos anos, vinhos de 2020 chegam ao mercado

LifestylePortugal

Taylor's associa-se à 20th Century Studios

LifestyleMundo

Há sete vinhos portugueses entre os 100 melhores do mundo

Assine nossa Newsletter