Brasil não teve relato de efeitos adversos graves em testes com vacina de Oxford - Plataforma Media

Brasil não teve relato de efeitos adversos graves em testes com vacina de Oxford

Testes conduzidos no Brasil com a vacina em desenvolvimento pela Universidade de Oxford e AstraZeneca contra a Covid-19 não tiveram até o momento relato de eventos adversos graves em voluntários, de acordo com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A informação, divulgada pela agência nesta quarta (9), ocorre um dia após a AstraZeneca anunciar uma suspensão temporária nos testes com a vacina devido à suspeita de uma reação adversa grave em um participante no Reino Unido.

Em nota, a Anvisa diz ter recebido o comunicado da AstraZeneca sobre a suspensão temporária dos testes da vacina e que está acompanhando o caso.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Assine nossa Newsletter