Governo moçambicano não pagou subsídios às Forças de Defesa em Cabo Delgado - Plataforma Media

Governo moçambicano não pagou subsídios às Forças de Defesa em Cabo Delgado

O governo moçambicano, presidido por Filipe Nyusi, ainda não pagou os subsídios prometidos aos elementos das Forças de Defesa e Segurança (FDS) que se encontram em Cabo Delgado e em outros teatros de operação no país, revela o jornal Carta de Moçambique.

Refira-se que estes subsídios foram prometidos por Filipe Nyusi numa “altura em que crescia a onda de descontentamento no seio das FDS, sendo que circulavam informações dando conta de que alguns estavam a abandonar as fileiras para juntar-se aos insurgentes em troca de valores monetários”.

“Para os jovens que atravessam as matas desta província [Cabo Delgado], alguns em Sofala e Manica, igualmente, o Governo vai ter consideração pelo sacrifício, olhando pelos tempos que eles passam, com muitas dificuldades longe das famílias. Vamos reconsiderar o subsídio de empenhamento que eles muito bem merecem e temos a consciência de que não será tudo, porque o sacrifício desses jovens não se paga com dinheiro ou com algum recurso”, disse, na altura, Filipe Nyusi.

Além das Forças de Defesa e Segurança, também estão em falta os subsídios para os profissionais de saúde que se encontram na linha da frente no combate à pandemia da Covid-19.

Artigos relacionados
MoçambiquePolítica

É preocupante a “incapacidade” dos países africanos para resolver violência em Cabo Delgado

MoçambiqueMundo

África do Sul considera "preocupante" a falta de ação regional em Cabo Delgado

MoçambiquePolítica

Augusto Santos Silva em missão da UE até quinta-feira em Maputo

MoçambiqueSociedade

Adiada cimeira regional sobre Cabo Delgado

Assine nossa Newsletter