Restos humanos serviam como relíquias na Idade do Bronze - Plataforma Media

Restos humanos serviam como relíquias na Idade do Bronze

Comunidades britânicas de 4500 anos atrás mantinham em casa restos mortais, como ossos, de pessoas que haviam sido importantes para suas famílias ou comunidades

Usando datação por radiocarbono e tomografia computadorizada para estudar ossos antigos, pesquisadores descobriram pela primeira vez uma tradição da Idade do Bronze de guardar restos mortais humanos e usá-los como relíquias ao longo de várias gerações.

As descobertas, lideradas pela Universidade de Bristol (Reino Unido) e publicadas na revista “Antiquity”, podem parecer estranhas ou até horríveis pelas convenções de hoje. Mas indicam uma forma tangível de homenagear e lembrar indivíduos conhecidos entre comunidades próximas e gerações há cerca de 4.500 anos.

Leia mais em IstoÉ.

Artigos relacionados
CulturaMundo

Arqueólogos descobrem complexo de piscinas milenares em Roma

CulturaMundo

Guatemala recupera na Bélgica peça maia com mais de 1000 anos

BrasilChina

Primeira circum-navegação do Brasil à China editada em livro inédito

MacauSociedade

Memórias da cidade

Assine nossa Newsletter