Terroristas abatidos em Cabo Delgado - Plataforma Media

Terroristas abatidos em Cabo Delgado

As Forças de Defesa e Segurança de Moçambique anunciou esta quarta-feira que matou 59 terroristas no Norte de Moçambique, na província de Cabo Delgado, durante a última semana

O comunicado surge um dia depois da ocupação do Porto de Mocímboa da Praia, em Cabo Delgado, por parte dos terroristas do Estado Islâmico.

Os insurgentes andavam a tentar ocupar o distrito de Mocímboa da Praia há cerca de uma semana, e infiltraram-se nas comunidades antes de atacar as aldeias locais, revelou o Comando Conjunto das Forças de Defesa e Segurança (FDS), em comunicado.

“Temos vindo a obter resultados operacionais no decurso das ações de defesa da população contra os terroristas, salientando que houve 59 baixas humanas [terroristas], destruímos seis campos e meios utilizados pelos mesmos”, pode ler-se ainda o comunicado.

As FDS reiteraram o compromisso na restauração da ordem pública e segurança na área, adicionando operações ofensivas para neutralizar os terroristas que têm utilizado a população para se “escudar”.

“Pedimos a colaboração de todos para reportar a existência de homens armados ou movimentos anormais que possam testemunhar no território nacional”, pedem as autoridades.

Pelo menos 280 malfeitores, de entre nacionais e estrangeiros, que actuam em alguns pontos da província de Cabo Delgado, no norte de Moçambique, foram neutralizados pelas forças de segurança afetas ao Governo liderado por Filipe Nyusi.

O Primeiro-Ministro do país, Carlos Agostinho do Rosário, afirmou esta quarta-feira, na capital Maputo, que esta operação é corolário da estreita colaboração e denúncia feita pelas populações locais.

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
MoçambiquePolítica

Moçambique: Guerra em Cabo Delgado obriga a "reorientação de recursos"

BrasilSociedade

70% dos homicídios no Brasil ficam por resolver na Justiça

MoçambiquePolítica

Cabo Delgado: "UE tem prioridades mais importantes na segurança em África"

MoçambiquePolítica

Nyusi diz que o país enfrenta "uma versão de guerra" diferente em Cabo Delgado

Assine nossa Newsletter