Hong Kong reabre aeroporto para trânsito de passageiros da China continental - Plataforma Media

Hong Kong reabre aeroporto para trânsito de passageiros da China continental

A medida visa, entre várias coisas, oferecer à Cathay Pacific um pequeno impulso. Restrição de viagens, devido à Covid-19, amenizada até 15 de outubro para ajudar alunos a voltar aos estudos no exterior

A Airport Authority Hong Kong (AAHK) apresentou hoje um plano temporário para retomar os serviços de trânsito vindos da China continental, já que as autoridades de aviação chinesas continuam a limitar severamente as viagens internacionais para restringir os casos importados de Covid-19.

A mudança confirma uma notícia anterior dada pelo South China Morning Post sobre arranjos de curto prazo para ajudar os estudantes do continente que buscam retomar os estudos no exterior.

O aeroporto de Hong Kong permite trânsitos aéreos desde 1 de junho, mas não para a China continental. Anteriormente, todos os serviços de trânsito estavam suspensos desde 25 de março.

(Anthony Wallace/AFP)

A AAHK reiterou suas disposições sobre as regras de trânsito de que os passageiros precisam ter voos reservados numa única passagem, receber cartões de embarque para todas as viagens no check-in e despachar as malas até ao destino final.

Os passageiros em trânsito só podiam fazer escala no aeroporto de Hong Kong durante 24 horas ou menos. Desde o início da pandemia, muitos passageiros ficaram presos nos aeroportos. Há casos de pessoas que literalmente “viveram” nos aeroportos por três meses, o que levou a um endurecimento das regras e punições mais severas às companhias aéreas.

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
PortugalSociedade

Mais 849 casos: hoje é o quinto dia com mais infetados em Portugal

MundoSociedade

Coronavírus considerado tolerante ao calor, autocurável e altamente resistente aos testes de laboratório

BrasilDesporto

Rio de Janeiro anuncia regresso do público aos estádios de futebol

MundoSociedade

Rússia pronta para vender primeiro medicamento contra a covid-19 em farmácias

Assine nossa Newsletter