Portugal com o ano mais quente de sempre - Plataforma Media

Portugal com o ano mais quente de sempre

Estamos a viver o ano mais quente desde que há registos. Ou seja, há 90 anos que Portugal não vivia um período de janeiro a julho tão quente. A explicação tem um nome: alterações climáticas. E especialistas de renome internacional como Filipe Duarte Santos deixam um aviso: “Ou bem que a Humanidade toma juízo ou vamos ter situações mais complicadas”.

De acordo com o boletim climatológico do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), nos primeiros sete meses deste ano registou-se uma anomalia positiva da temperatura média de +1,51 ºC, com os termómetros nos 15,96 ºC. Anomalia essa que chegou aos +2,91 ºC em julho, com uma temperatura média do ar de 25,08 ºC.

O que, tudo somado, fez com que julho fosse o mês mais quente desde que há dados (1931), contribuindo, assim, lê-se no boletim do IPMA, para que “o período de janeiro a julho de 2020 fosse o mais quente dos últimos 90 anos”. Segue-se, no período em análise, 2017 (anomalia de +1,44 ºC) e 1997 (+1,31 ºC).

Leia mais em Jornal de Notícias

Artigos relacionados
FuturoPortugal

Nível do mar em Portugal deve atingir um aumento de cerca de um metro até 2100

EconomiaFuturo

Espécies do mar português "têm sofrido de capturas desenfreadas devido aos mercados asiáticos"

EconomiaFuturo

"No que respeita ao oceano, Portugal caminha a duas velocidades", aponta especialista em economia azul

MundoSociedade

Aquecimento global pode trazer ainda mais riscos aos peixes

Assine nossa Newsletter