Legumes frescos que dão cor ao hambúrguer - Plataforma Media

Legumes frescos que dão cor ao hambúrguer

Na confeção artesanal de comida rápida, há receitas apetitosas para inspirar os pequenos chefs a participar no Brincar na Cozinha com Teka.

O hambúrguer da avó Ana, recheado com carne e ovo, preenche as memórias de infância de Bruno Oliveira. Caseiro e rápido de confecionar, servia de alimento na hora de “despachar os netos” para a escola. À mesa, sentavam-se seis primos. Bruno e Ricardo Azeredo, dois dos netos, partilharam os sabores na Hamburgueria d’Avó Ana. À porta do n.º 38, na Praça 5 de Outubro, na Maia, chega pão e carne fresca todos os dias. Da grelha ao cliente contabiliza-se meia dúzia de minutos. No prato infantil não falta cor: há carne, cenoura, alface, tomate, ovo cozido e queijo flamengo.

De norte a sul do país há hambúrgueres artesanais que adicionam saúde às refeições. Nas cozinhas dos chefs trabalham-se os ingredientes: uma bola de carne moída é moldada à mão para dar forma ao hambúrguer. Afinal, comer num restaurante de fast food pode não ser o oposto de bons hábitos alimentares. A frescura dos produtos é o segredo para a alimentação saudável. No manual de instruções para contrariar os excessos, constam molhos caseiros e batatas fritas em azeite. Entre as fatias do pão, acomodam-se ainda os legumes.

Inventar com frango

“É possível comer quase tudo”, realça Paulo Queirós, chef e proprietário da Hamburgueria Maneirista. No espaço em Coimbra, os congelados e enlatados são barrados à entrada. E a flor de sal substitui o sal grosso. Além de carne de vaca e de frango, há hambúrgueres de salmão picado à mão. Para inspirar os concorrentes do Brincar na Cozinha com Teka, Paulo Queirós inventou uma iguaria de frango, com tomate, ovo cozido, queijo cheddar e espinafres. Aliás, Paulo Queirós não era consumidor assíduo de hambúrgueres antes de abrir o próprio negócio. “Não gostava da carne triturada, sem sabor”, confidencia o chef.

Leia mais em Diário de Notícias

Artigos relacionados
MundoPlataforma Sabores

Legumes: sempre frescos ou também congelados?

Assine nossa Newsletter