Vai um "caril de Covid" e um "pão de máscara"? Restaurante indiano brinca com a pandemia - Plataforma Media

Vai um “caril de Covid” e um “pão de máscara”? Restaurante indiano brinca com a pandemia

Um restaurante na cidade indiana de Jodhpur espera reconquistar os clientes com uma ementa, no mínimo, original e que já se tornou viral. O “mask naan” tem mesmo a forma de uma máscara cirúrgica e as bolinhas de vegetais são moldadas com o desenho do coronavírus

Em tempos em que o medo anda à solta por todo o mundo, um restaurante de comida indiana vegetariana, localizado na cidade indiana de Jodhpur, decidiu brincar com a terminologia da pandemia para criar uma ementa assustadora e bem humorada. O dono do restaurante Vedic espera assim reconquistar os clientes que fugiram há meses por causa da quarentena. “Está a ser um período muito duro para nós e para todo o setor”, afirmou à AFP Yash Solanki.

Como tal, Yash decidiu reinventar o espaço com criatividade na ementa e mesmo nas formas de algumas especialidades. As bolinhas de vegetais fritas são moldadas com a forma do coronavírus enquanto os pães (naans) que as acompanham aparecem no formato de máscaras cirúrgicas. Nas redes sociais, os pratos do Vedic tornaram-se virais.

Agora é famoso também o “Caril Covid”, que é feito com uma dose extra de ervas e especiarias indianas que são boas para a saúde e o sistema imunitário.

O dono do restaurante Vedic sabe que toda a criatividade é pouca para atrair de volta clientes “dominados pelo medo”. “As pessoas ainda estão muito relutantes em ir comer fora”, observa.

Na Índia há uma média de 800 mortes diárias por causa da Covid-19. Na segunda nação mais populosa do mundo, registam-se 50.000 novas infeções com coronavírus por dia.

Artigos relacionados
DesportoPortugal

Movimento "Sem Adeptos Não Há Futebol" quer regresso aos estádios

BrasilPolítica

Um em cinco moradores de São Paulo admite não votar por medo do coronavírus

Cabo VerdeSociedade

Covid-19: Turismo parado levou cabo-verdianos de Chã das Caldeiras a pegarem nas enxadas

DesportoMacau

Michael Rutter: “Com quarentena de 14 dias não vamos ao Grande Prémio de Macau”

Assine nossa Newsletter