Já não se ouvem disparos há mais de uma década em Hoh Xil - Plataforma Media

Já não se ouvem disparos há mais de uma década em Hoh Xil

A campanha anti caça lançada pelo Governo chinês no planalto Quinghai-Tibete tem conseguido proteger o ecossistema local. Em Hoh Xil, património mundial da humanidade e um local sem “interferência humana”, há mais de 11 anos que não se ouve um tiro. Antílopes e outras vidas selvagens tibetanas voltaram a viver em paz e segurança, contribuindo para a paisagem da região. 

Após 11 crias de antílopes-tibetanos terem sido transportadas para a Estação de Proteção Suonan Dajie da Reserva Natural Nacional Kekexili, Caiwen Duojie, funcionário de patrulha, pode finalmente descansar. “Este ano durante a época de nascimento dos antílopes fizemos uma patrulha pelas montanhas perto do Lago Zhuonai para salvar crias recém-nascidas.”

Hoh Xil é um habitat importante para os antílopes-tibetanos, animais abrangidos pelo programa nacional de proteção de espécies. Durante a década de 80, motivados pelo dinheiro fácil, muitos indivíduos dedicavam-se à caça ilegal na região de Hoh Xil, sendo responsáveis diretos por uma descida drástica na população local de antílopes-tibetanos. O número de exemplares da espécie passou de 200 mil para apenas as 20 mil. Depois da entrada em vigor do plano de proteção e proibição de caça, a população de antílopes-tibetanos na região já recuperou para números próximos dos 70 mil. 

“Desde 2009 que não existe qualquer atividade de caça na área de 45 mil quilómetros quadrados” [equivalente a um país como a Estónia ou ligeiramente acima da área do estado brasileiro do Rio de Janeiro] disse Bu Zhou, diretor do Parque Sanjiangyuan.

O também responsável do Partido Comunista chinês para o Gabinete de Hoh Xil esclareceu que os guardas do parque organizam e realizam patrulhas na região pelo menos 12 vezes por ano.

Em 1996, a província de Qinghai criou a Reserva Natural de Hoh Xil, e em 1997 o Conselho de Estado declarou-a Reserva Nacional. Finalmente, em 2017, foi considerada património mundial da humanidade. 

Atualmente, Hoh Xil é um local de renome a nível mundial e atrai turistas de todo o mundo para desfrutarem de paisagens de rara natureza. 

“A beleza de Hoh Xil é incomparável, mas o que a torna ainda mais magnífica é a vida selvagem que nela habita, especialmente quando vemos os antílopes-tibetanos a correr em total liberdade pela natureza”, comenta Susan, turista de Los Angeles.

A Estação de Proteção Suonan Dajie é responsável por várias patrulhas de vigilância ao longo da autoestrada Qinghai-Tibete, uma importante janela de contacto com turistas e voluntários na região. 

“Hoh Xil é um dos lugares no mundo que melhor protege o ecossistema natural. É um paraíso para a vida selvagem”, assegurou Cairen Duojie, membro da equipa de patrulha da Estação de Proteção Suonan Dajie, apontando para um mapa na sala de exposições da estação. 

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
FuturoPortugal

Nível do mar em Portugal deve atingir um aumento de cerca de um metro até 2100

EconomiaFuturo

"No que respeita ao oceano, Portugal caminha a duas velocidades", aponta especialista em economia azul

MoçambiquePolítica

Nyusi quer um país sustentável e produtor

MundoPlataforma Sabores

Agroecologia essencial para o desenvolvimento sustentável

Assine nossa Newsletter