Efeitos da Covid-19 podem levar à morte de 10 mil crianças por mês - Plataforma Media

Efeitos da Covid-19 podem levar à morte de 10 mil crianças por mês

Estudo científico indica que crise económica, restrições comerciais e encerramento de escolas têm efeitos “arrasadores” para os menores.

A pandemia poderá causar a morte de mais de 10 mil crianças, por mês, em todo o mundo, ainda este ano. A conclusão é de um novo estudo publicado na revista cientifica The Lancet.

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Ghebreyesus sustentou que “alimentos, serviços sociais e sistemas económicos foram prejudicados pela pandemia.” Além disso, o encerramento de escolas, restrições comerciais e bloqueios de países estão a ser arrasadores para as comunidades que já enfrentavam dificuldades.

O chefe da agência afirmou, no entanto, que essa “é uma tragédia que pode ser evitada.”

A OMS está a realizar um apelo juntamente com o Fundo da ONU para a Infância, Unicef, a Organização da ONU para Agricultura e Alimentação, FAO, e o Programa Mundial de Alimentos, PMA. As quatro agências pedem 2,4 mil milhões para proteger estas crianças em risco.

Para Tedros, a comunidade global “deve agir agora para evitar as consequências arrasadoras da fome e da desnutrição a longo prazo” e que “embora esta seja uma pandemia global, nem todas as nações estão a enfrentanr grandes surtos não controlados.”

Lembrou que as medidas para salvar vidas permanecem as mesmas. Onde elas são praticadas, os casos diminuem. 

O chefe da agência também deixou uma mensagem para os Estados-membros que enfrentam grandes epidemias, dizendo que “nunca é tarde demais.” Segundo ele, “até as grandes epidemias podem ser revertidas.”

Faz seis meses que a OMS declarou a Covid-19 como uma “emergência de saúde pública internacional.”

Para Tedros, a crise “está a mostrar que a saúde não é uma recompensa pelo desenvolvimento, mas sim a base da estabilidade social, económica e política.”

Artigos relacionados
PolíticaPortugal

Saúde diz que plano de vacinação em Portugal ainda não está validado

Lifestyle

Gibraltar, o ninho de amor onde os estrangeiros se casam na pandemia

BrasilPolítica

Bolsonaro nega ter chamado vírus de "gripezinha" após tê-lo feito em duas ocasiões

BrasilPolítica

Covid-19: plano de imunização está praticamente pronto, diz Bolsonaro

Assine nossa Newsletter