Antigo presidente do Banco de Desenvolvimento da China julgado por corrupção - Plataforma Media

Antigo presidente do Banco de Desenvolvimento da China julgado por corrupção

O ex-presidente do Banco de Desenvolvimento da China (BDC) Hu Huaibang declarou-se na quinta-feira culpado pelas acusações de corrupção, durante o início do seu julgamento num tribunal da cidade de Chengde, norte do país, avançou a imprensa estatal.

A Justiça chinesa acusou Hu de aproveitar-se da sua posição, entre 2013 e 2018, para obter empréstimos com condições benéficas para terceiros, garantir promoções e adquirir posições como acionista em bancos comerciais.

Segundo a acusação, o banqueiro aceitou mais de 85,5 milhões de yuans (10,4 milhões de euros), em dinheiro e presentes em troca de favores.

Hu disse estar arrependido, depois de se declarar culpado, segundo a agência noticiosa oficial Xinhua.

O BDC é controlado diretamente pelo Conselho de Estado, o Executivo Chinês, e concede empréstimos sob a sua direção, desempenhando um papel fundamental no financiamento de infraestruturas a nível nacional, mas também em investimentos estratégicos internacionais, incluindo em Angola ou no Brasil.

O banco gere ainda o Fundo de Cooperação para o Desenvolvimento entre a China e os Países de Língua Portuguesa, no valor de mil milhões de dólares, criado pela China, no âmbito do Fórum de Macau.

Este artigo está disponível em: English

Assine nossa Newsletter