Falta de sangue cancela cirurgias no maior hospital moçambicano - Plataforma Media

Falta de sangue cancela cirurgias no maior hospital moçambicano

O Hospital Central de Maputo (HCM), o maior de Moçambique, está a cancelar cirurgias, devido a uma quebra no número de dadores de sangue provocada pelo receio de infeção pelo novo coronavírus.

A diretora clínica do HCM, Farida Urci, declarou à emissora pública Televisão de Moçambique (TVM) que o HCM adiou esta semana dez operações devido à insuficiência de sangue.

“Se não houver adesão da população aos pedidos de doação de sangue, haverá mais doentes com cirurgias canceladas e quanto mais tempo essa situação durar, correm o risco de terem complicações ou um desfecho mau”, acrescentou Farida Urci.

A escassez de sangue está a afetar em particular intervenções cirúrgicas em doentes oncológicos, casos de traumatismos e grávidas com partos complicados, acrescentou Urci.

Entretanto, desde o registo do primeiro caso de covid-19 em Moçambique, prosseguiu, a quantidade de sangue doado no HCM tem vindo a decrescer. Atualmente coletadas 100 unidades de sangue por dia, um quarto das que eram angariadas antes da crise pandémica.

A diretora clínica do maior hospital de Moçambique avançou que o receio de infeção pelo novo coronavírus afastou muitos dadores, deixando o HCM a depender apenas de familiares dos doentes com necessidade de transfusão de sangue.

Contudo, antes da crise, continuou Farida Urci, doavam sangue crentes religiosos, militares e pessoas de outros grupos sociais.

Urci garantiu que o estabelecimento oferece segurança contra o novo coronavírus e encorajando as pessoas a doar sangue.

Refra-se que Moçambique conta com um total de 1.590 casos de covid-19, 11 óbitos e 532 recuperados, segundo as últimas atualizações.

Artigos relacionados
MundoSociedade

Mercado clandestino vai forçar produção de vacinas genéricas

PortugalSociedade

Mais 58 mortes e 1027 novos casos nas últimas 24 horas

BrasilSociedade

Primeiro caso de covid-19 no Brasil completa um ano

PortugalSociedade

Número de mortes diárias cai para 49. Há 1160 novos casos de Covid-19 em Portugal

Assine nossa Newsletter