Comércio entre China e países lusófonos soma US$ 51,8 mil milhões até maio

Comércio entre China e países lusófonos soma US$ 51,8 mil milhões até maio

O comércio entre a China e os países de língua portuguesa atingiu US$ 51,8 bilhões nos primeiros cinco meses de 2020, uma queda anual de 12%, informou o Fórum de Macau (Fórum para a Cooperação Econômica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa) em seu website.

Conforme os dados da Administração Geral das Alfândegas, a China importou no período US$ 37,1 bilhões e exportou US$ 14,7 bilhões em produtos para o mundo lusófono, queda anual de 12,93% e 9,56%, respectivamente.

Em maio, o país asiático importou US$ 7 bilhões, alta mensal de 1,76%. Já as exportações chinesas foram de US$ 2,9 bilhões, caindo mensalmente 1,15%. O comércio bilateral somou US$ 9,9 bilhões no mês, alta de 0,88% em relação a abril.

O Brasil continuou a ser o maior parceiro comercial lusófono da China, registrando trocas comerciais totais no valor de US$ 8,4 bilhões em maio, uma alta mensal de 3,85%. No período de janeiro a maio, os dois países acumularam um comércio de US$ 41 bilhões, 6,55% a menos que no mesmo período de 2019. Desse total, a China comprou US$ 29,3 bilhões, e vendeu ao país sul-americano US$ 11,8 bilhões.

Em segundo lugar ficou Angola, com as trocas comerciais bilaterais totalizando US$ 764,5 milhões em maio, uma queda mensal de 29,64%. No período de janeiro a maio, os dois países registraram um comércio de US$ 7,2 bilhões, queda anual de 35,07%.

Na terceira posição ficou Portugal, com o valor das trocas comerciais subindo 10,62% mensalmente em maio, para US$ 577,9 milhões. De janeiro a maio, o comércio sino-português somou US$ 2,46 bilhões, 7,93% a menos em termos anuais.

As trocas comerciais entre a China e Moçambique aumentaram 17,44% em termos mensais em maio, para US$ 216 milhões. Nos primeiros cinco meses de 2020, o comércio entre os dois países somou US$ 876,3 milhões, 9,09% a menos anualmente.

Este artigo está disponível em: English

Related posts
EconomiaPortugal

Guerra faz cair para metade as exportações portuguesas para a Rússia

BrasilEconomia

Balança comercial do Brasil tem segundo maior superávit para fevereiro

AngolaEconomia

Exportações de petróleo rendem 27, 87 mil milhões de dólares

AngolaChina

Abrandamento da China vai prejudicar exportações de Angola

Assine nossa Newsletter