Espiões russos andam atrás da vacina da Covid-19- Plataforma Media

Espiões russos andam atrás de investigadores da vacina da Covid-19

Hackers russos estarão a perseguir a informação obtida por equipas de cientistas que tentam desenvolver uma vacina para o cororonavírus no Reino Unido, Estados Unidos e Canadá. O alerta veio dos serviços de cibersegurança ingleses

Segundo uma notícia publicada hoje no site da BBC, espiões russos, hackers peritos em invasão de sistemas, andam a perseguir o trabalho desenvolvido por cientistas que tentam chegar à vacina da Covid-19. Cientistas do Reino Unido, Estados Unidos e Canadá que trabalham para farmacêuticas e centros de inveswtigação, alertou o Centro de CiberSegurança Nacional do Reino Unido (NCSC).

“Os hackers operarão como espões dos serviços secretos russos”, referiu o NCSC. Este serviço de cibersegurança não especificou que organizações estavam na mira da espionagem russa ou se alguma informação já havia sido roubada. Por enquanto, a investigação científica sobre a vacina ainda não foi comprometida, asseguraram apenas.

O alerta encheu de indignação o responsável pelos Negócios Estrangeiros do Reino Unido. “É completamente inaceitável que os serviços de inteligência russos persigam agora aqueles que estão a combater a pandemia de coronavírus”, afirmou Dominic Raab. “Enquanto alguns só perseguem os seus interesses próprios com um comportamento imprudente, outros, nomeadamente o Reino Unido e os seus aliados, estão a tentar encontrar uma vacina e proteger a saúde global”, sublinhou.

Entretanto, a Rússia apressou-se a vir desmentir publicamente qualquer envolvimento através de espiões seus no caso. “Não temos qualquer informação sobre atos de pirataria informática dirigidos a farmacêuticas ou centros de investigação. Só podemos dizer uma coisa: A Rússia nada tem a ver com estes atos”, afirmou o porta-voz do Presidente Vladimir Putin, Dmitry Peskov.

Related posts
MacauMundo

São ou não as vacinas perigosas a longo prazo?

MundoSociedade

Centro Europeu de Controlo de Doenças aceita vacinação em crianças

MundoSociedade

Especialistas recomendam autorização de pílula anticovid da Merck

MoçambiquePortugal

Embaixada de Portugal em Maputo anuncia voos de apoio ao regresso

Assine nossa Newsletter