Covid-19 faz 14 mortos em 15 dias em Angola - Plataforma Media

Covid-19 faz 14 mortos em 15 dias em Angola

Catorze das 292 pessoas infectadas pela covid-19 perderam a vida nos primeiros 15 dias do mês de julho, em Angola, numa altura em que a província de Luanda conta já com a circulação comunitária do vírus Sars-Cov-2

Segundo contas feitas pela Angop, o número de mortes (14) pela covid-19, na primeira quinzena de julho, supera o total de óbitos registado nos últimos quatro meses, que registaram um total de 13 mortes.

Além disso, o número de infetados (292) no período em análise também está acima do mês anterior (junho), que registou apenas 56 casos positivos em 15 dias, num total de 198 infetados e nove mortes em 30 dias de junho.

A maior parte das pessoas que morreram neste mês, numa média de quase uma morte por dia, com idades entre 22 a 74 anos, padecia de outras doenças crónicas que foram agravadas pela infeção da covid-19, segundo as autoridades sanitárias do país.

Em conferência de quarta-feira última, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, apontou a chegada tardia dos doentes no hospital como um dos fatores que tem acelerado o aumento de mortes pela covid-19 no país.

Segundo a também porta-voz da Comissão Multissectorial de Prevenção e Combate à Covid-19, os pacientes com diabete, hipertensão arterial e doenças respiratórias descompensadas “não têm tido bom resultado”, quando são infetados pela covid-19.

Afirmou que a maior parte dos pacientes nessa situação evoluem rapidamente para fases irreversíveis, apesar de se tomar todas as medidas dos cuidados intensivos.

“Vamos continuar a afinar toda a máquina para responder cabalmente ao grande desafio do manuseamento dos doentes críticos, com vista a reduzir o número de mortes no país”, assegurou.

O país soma um total de 576 casos positivos, dos quais 124 recuperados, 425 ativos e 27 óbitos.

Related posts
AngolaBrasil

Pandemia agradece aos individualismos

Lifestyle

Adele chora ao cancelar espetáculos em Las Vegas devido ao Covid

MundoSociedade

Áustria é o primeiro país da UE a adotar vacinação obrigatória

ChinaLusofonia

Cooperação China-PLP ajuda países a superarem pandemia

Assine nossa Newsletter