Vice-campeã olímpica Lupe González com novo processo por falsificação de provas

Vice-campeã olímpica Lupe González com novo processo por falsificação de provas

A nova infração tem a ver com o decurso da primeira que resultou na punição aplicada pela Unidade de Integridade do Atletismo (AIU) da “World Athletics” – que o TAS agora confirmou – quando a marchadora de 31 anos justificou o doping com o “consumo de carne contaminada” nos dias anteriores ao controlo

A vice-campeã olímpica dos 20km marcha no Rio2016, a mexicana Guadalupe “Lupe” González, viu esta terça-feira ratificada pelo Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) uma sanção de quatro anos por doping e enfrenta ainda um novo processo por “provas falsas”.

A nova infração tem a ver com o decurso da primeira que resultou na punição aplicada pela Unidade de Integridade do Atletismo (AIU) da “World Athletics” – que o TAS agora confirmou – quando a marchadora de 31 anos justificou o doping com o “consumo de carne contaminada” nos dias anteriores ao controlo.

Leia mais em O Jogo

Related posts
DesportoPortugal

Patrícia Mamona quer ouro nos Mundiais de 2022

DesportoPortugal

Pichardo ambiciona títulos e bater o recorde do mundo

Desporto

Agência Mundial Antidoping vai rever a proibição da cannabis

DesportoUncategorized

Finais masculina e feminina dos 400m com barreiras destacam-se nos Jogos de Tóquio

Assine nossa Newsletter