Polícia angolana admite erro na morte de um jovem no bairro do Prenda - Plataforma Media

Polícia angolana admite erro na morte de um jovem no bairro do Prenda

O agente da Polícia Nacional acusado de ter alvejado mortalmente um jovem de 23 anos, no dia 12 de Julho, no bairro do Prenda, município da Maianga, em Luanda, encontra-se já detido para responsabilização disciplinar e criminal, indica uma nota da corporação.

De acordo com a nota, o Comando Provincial da Polícia Nacional em Luanda lamenta o ocorrido, esclarecendo que na intervenção policial e por imprudência, um efectivo fez disparos com arma de fogo, tendo atingido mortalmente o jovem que em vida se chamou José Kilamba Rangel e causando ferimento no membro inferior direito ao cidadão Maurício José Isabel, de 16 anos.

O Comando Provincial de Luanda endereça à família profundos sentimentos de pesar e apela aos cidadãos a manterem a calma e a observarem as medidas e as orientações das forças da ordem, face à Situação de Calamidade Pública que vigora no país.

O porta-voz dos órgãos de Defesa e Segurança da Comissão Multissectorial para a prevenção e Combate à Covid-19, Waldemar José, admitiu o erro na morte do jovem e no ferimento do outro.

Leia mais em Jornal de Angola

Related posts
MoçambiquePolítica

Violência em Cabo Delgado provoca erosão dos direitos humanos em Moçambique

BrasilSociedade

Aumento da violência contra indígenas no Brasil preocupa AI

AngolaPolítica

José Eduardo dos Santos regressa hoje a Luanda após dois anos de ausência

AngolaSociedade

Governo angolano alivia restrições e reabre restauração em Luanda ao fim de semana

Assine nossa Newsletter