Bolsonaro pede a João Lourenço proteção para IURD - Plataforma Media

Bolsonaro pede a João Lourenço que proteja membros da IURD em Angola

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, enviou uma carta ao seu homólogo angolano João Lourenço, a pedir que seja aumentada a proteção dos membros da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Angola para “garantir a sua integridade física e material e a restituição de propriedades e moradias”

Na carta, assinada pelo Presidente do Brasil, e divulgada no Twitter pelo seu filho, Bolsonaro diz-se preocupado com “os recentes episódios em Angola de invasões a templos e outras instalações da Igreja Universal do Reino de Deus”, noticia hoje o jornal angolano Novo Jornal.

Entrentanto, na missiva lê-se ainda que se “registam relatos de agressões a membros da IURD, que em certos casos teriam sido expulsos das suas residências”.

Bolsonaro considera, assim, na carta, que é “preciso evitar que factos dessa ordem voltem a produzir-se ou sejam caracterizados como consequência de “disputas internas””.

O Presidente brasileiro lembra ainda que “há perto de 500 pastores da IURD em Angola e, nesse universo, 65 são brasileiros”.

Para Bolsonaro, “os aludidos atos de violência são atribuídos a ex-membros da IURD, que também têm levantado acusações e, com isso, motivado diligências policiais na sede da entidade e nos domicílios de dirigentes seus”.

Esta carta chega depois de, na sexta-feira, 10, o Serviço de Investigação Criminal da Polícia Nacional de Angola (SIC) ter desenvolvido ações de busca e apreensão contra pastores da IURD por suspeita de evasão de divisas e de lavagem de dinheiro. Os templos religiosos também foram alvo dos mandados judiciais do SIC.

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
BrasilPolítica

Bolsonaro repudia declarações de Joe Biden sobre destruição de florestas tropicais no Brasil

BrasilCultura

Escritor Paulo Coelho responde a apoiantes de Bolsonaro que queimaram os seus livros

AngolaBrasil

Ala brasileira da IURD terá solicitado acordo aos reformistas angolanos

AngolaEconomia

Presidente da República conta com conselheiros para as “melhores soluções”

Assine nossa Newsletter

Vale a pena ler...
Líder da IURD diz que pastores angolanos “vão descer à sepultura mais cedo”