Ringo Starr: "Como podia imaginar que formaria a maior banda do mundo?" - Plataforma Media

Ringo Starr: “Como podia imaginar que formaria a maior banda do mundo?”

Ringo Starr

Ringo Starr, que completou este mês 80 anos, fala dos seus tempos de baterista dos Beatles, do projeto de um documentário sobre a banda, da sua paixão pelo blues e de sua relação com Yoko Ono, com quem tocou e de quem continua amigo

Não pergunte a Ringo Starr quais são os seus bateristas favoritos. “Eu não ouço bateristas, eu ouço música. Sou louco por música”, diz. Mas depois emenda: “Mas Cozy Cole é o meu herói por causa do som dele nos tom-toms.”

Perguntar sobre os Beatles, no entanto, está liberado. Com exceção de detalhes das vidas pessoais de seus irmãos, como ele chama seus companheiros de banda, quando o assunto é os Beatles e “possivelmente alguns dos anos mais felizes” de sua vida, ele não para de falar.

Ringo, o Beatle que possivelmente menos falava na era de ouro da banda (“acho que ninguém queria falar comigo”), agora fala pelos cotovelos.“Sou um homem feliz e grato por tudo”, ele inicia a conversa, instalado em um canto de seu escritório doméstico em Los Angeles, onde mora desde seu casamento com a atriz Barbara Bach, em 1981 (“eu adoro o sol, adoro Los Angeles!”).

Leia mais em Folha de S. Paulo

Artigos relacionados
LifestyleMundo

Cantora Toni Braxton usa vibrador no rosto

CulturaMundo

Indústria britânica de música une-se para lutar contra racismo

ChinaCultura

“A música nunca desaparece”, dizem maestros

CulturaPortugal

Zé Pedro para sempre. Tributo a "rocker" chega ao cinema

Assine nossa Newsletter