Perda de 400 milhões de empregos e desigualdade de género aumentou - Plataforma Media

Perda de 400 milhões de empregos e desigualdade de género aumentou

Organização Internacional do Trabalho preocupada com efeitos da luta contra o covid-19 na vida laboral.

Oimpacto da pandemia na vida laboral das pessoas foi mais severo do que o previsto pela Organização Internacional do Trabalho e traduz-se na perda de horas de trabalho e de emprego. De acordo com a 5ª edição da ILO Monitor: COVID-19 e o mundo do trabalho, verificou-se uma queda de 14% no horário global de trabalho durante o segundo trimestre de 2020 (abril, maio e junho), o equivalente à perda de 400 milhões de empregos a tempo completo. Este valor constitui um aumento acentuado em relação às previsões de 27 de maio, que previa uma queda de 10,7% (305 milhões de empregos).

Os novos números refletem o agravamento da situação em muitas regiões nas últimas semanas, especialmente nas economias em desenvolvimento.

Leia mais em Diário de Notícias

Artigos relacionados
PortugalSociedade

Mais 34 mortes e 394 novos casos nas últimas 24 horas

MundoSociedade

Mercado clandestino vai forçar produção de vacinas genéricas

PortugalSociedade

Mais 58 mortes e 1027 novos casos nas últimas 24 horas

BrasilSociedade

Primeiro caso de covid-19 no Brasil completa um ano

Assine nossa Newsletter