Jornalistas moçambicanos constituídos arguidos por causa de Cabo Delgado - Plataforma Media

Jornalistas moçambicanos constituídos arguidos por causa de Cabo Delgado

Jornalistas do Canal de Moçambique vão ter de enfrentar o tribunal depois de noticiarem acordo entre Estado moçambicano e empresas multinacionais para proteger trabalhadores dos ataques em Cabo Delgado

O Governo moçambicano alega que o jornal Canal de Moçambique violou segredos de Estado ao publicar, no passado mês de março uma informação que dava conta de um contrato assinado em fevereiro no ano passado entre a “Anadarko” (agora “Total”), a “Eni” (entretanto “Mozambique Rovuma Venture”) e o Estado, alegadamente para garantir a segurança dos trabalhadores dessas empresas na região de Palma, em Cabo Delgado.

Com o título “O negócio da guerra em Cabo Delgado”, o jornal estampou o suposto contrato feito entre as empresas e o Governo moçambicano. O jornal revelava ainda que os pagamentos pelos supostos serviços “seriam depositados num banco comercial”.

Sem nunca negar a notícia, o Ministério da Defesa moçambicano enviou, na altura, uma carta ao referido jornal a condenar a publicação da reportagem e de documentos considerados confidenciais. O diretor do semanário, Fernando Veloso, e o editor-executivo, Matias Guente, foram constituídos arguidos por alegada “violação de segredo de Estado”.

Matias Guente revelou à Deutsche Welle África “que não se sente intimidado”. “O Estado tem que garantir que o jornalista exerce a sua atividade dentro de um clima de segurança e independência”, acrescentou.

Entretanto, o jornal Canal de Moçambique já foi notificado e o jornalista deverá ser ouvido pelas autoridades na próxima semana.

Related posts
MoçambiqueSociedade

Violência impede 3.400 alunos de realizar exames em Moçambique

EconomiaMoçambique

Filipe Nyusi pede retoma da agricultura nas zonas libertadas de Moçambique

PolíticaSociedade

Estratégias discutidas face aos raptos e terrorismo em Moçambique

MoçambiqueSociedade

Grupo armado mata e rapta quatro pessoas em Moçambique

Assine nossa Newsletter