Governo angolano corta dois biliões no Orçamento Geral do Estado - Plataforma Media

Governo angolano corta dois biliões no Orçamento Geral do Estado

O Orçamento Geral do Estado revisto para 2020 prevê receitas no montante de 13.5 biliões de kwanzas e despesas de igual montante para o mesmo período, com base no preço de referência de 33 dólares por barril de petróleo, representando um défice de 14,9 por cento face aos 15 biliões do orçamento anterior

A Proposta de Lei que aprova o OGE Revisto foi apreciado, ontem, pelo Conselho de Ministros, para envio à Assembleia Nacional, durante a 6ª sessão ordinária, orientada pelo Presidente da República, João Lourenço, no Salão Nobre do Palácio da Cidade Alta. O OGE Revisto constitui uma medida essencial para ajustar as decisões de despesa e projecções da receita às condicionantes impostas pelo actual contexto económico mundial e nacional.

Segundo a ministra das Finanças, Vera Daves, o Executivo conseguiu estabilizar os pressupostos de base para a revisão do OGE, com base no preço de referência que passou dos 55 para 33 dólares por barril. Vera Daves disse antever-se uma taxa de crescimento negativa do PIB de 3,6 por cento e de inflacção de cinco por cento. “Teremos uma deterioração dos indicadores, um défice orçamental de 14 por cento, depois de um superávit de 2,2 por cento”, adiantou a ministra, garantindo: “tudo faremos para mobilizar receita adicional”.

Leia mais em Jornal de Angola.

Artigos relacionados
PolíticaSão Tomé e Príncipe

Jorge Bom Jesus faz remodelação governamental em São Tomé

MacauSociedade

Ensino: Governo prepara cortes no orçamento do próximo ano

PolíticaPortugal

Costa convoca reunião de urgência do gabinete de crise da covid-19

PolíticaPortugal

António Costa muda cinco secretários de Estado

Assine nossa Newsletter