Brasil destaca mais militares contra a Covid-19 do que para a II Guerra Mundial - Plataforma Media

Brasil destaca mais militares contra a Covid-19 do que para a II Guerra Mundial

O Ministério da Defesa informou nesta quinta-feira, 25, que cerca de 34 mil militares atuaram durante três meses de operações das Forças Armadas contra a Covid-19. O número, segundo a pasta, é superior aos 25,8 mil homens enviados pela Força Expedicionária Brasileira (FEB) para a Segunda Guerra Mundial

Foram contaminados 7.090 militares que atuam na linha de frente do combate à pandemia. Destes, 1.544 estão em recuperação e 20 morreram, informou o ministério. O balanço de atividades das Forças Armadas durante a pandemia foi apresentado nesta quinta-feira, 25, a jornalistas pelo ministro da Defesa, Fernando Azevedo.

Os militares realizaram ações como de entrega de insumos para saúde por transporte terrestre e aéreo, descontaminação de 2.600 espaços públicos e entrega de mais de meio milhão de kits de alimentação. Também atuaram em ações de apoio a comunidades indígenas. Para atuar na emergência de saúde pública, o Ministério da Defesa ativou 10 comandos militares pelo País para acompanhar ações pela pandemia, além de centros de coordenação em Brasília.

Leia mais em ISTOÉ.

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
PortugalSociedade

Uso da máscara na rua: confronto de dois especialistas

EconomiaMoçambique

BNI considera financiamento de escolas privadas um "excelente negócio"

MundoPolítica

OMS diz que 172 países querem universalização da vacina contra a Covid-19

MacauSociedade

Macau quer comprar 1,4 milhões de vacinas contra COVID-19

Assine nossa Newsletter