A NBA vai voltar no dia 30 de julho, na Disney - Plataforma Media

A NBA vai voltar no dia 30 de julho, na Disney

A NBA, suspensa desde março devido à covid-19, vai ser retomada em 30 de julho, anunciou hoje a entidade gestora da Liga de basquetebol norte-americana, depois de assegurados os protocolos de segurança e saúde.

“É muito emocionante anunciar oficialmente o reinício da temporada 2019/20”, disse Michele Roberts, diretora executiva do sindicato dos jogadores, que tomou a decisão em conjunto com a NBA.

O campeonato, cuja programação será anunciada ainda hoje, vai ser retomado mais de quatro meses após a sua interrupção em 11 de março, depois do anúncio do teste positivo de coronavírus pelo francês Rudy Gobert, dos Utah Jazz.

Serão 22 das 30 equipas a disputar oito partidas da fase regular, sendo que o campeão será encontrado, o mais tardar, em 13 de outubro.

Em competição estarão os oito primeiros classificados das Conferências Este e Oeste, mais as seis formações ainda com hipóteses de se apurarem para os ‘play-off’.

A competição vai estar concentrada no complexo desportivo da Disney, em Orlando, na Florida, estado atualmente sob uma nova forte vaga de infeções.

“Trabalhamos com o sindicato dos jogadores para estabelecer um plano que priorize a saúde e a segurança, preserve a justiça e forneça uma plataforma para resolver questões de justiça social”, disse Adam Silver, comissário da NBA.

Os atletas e a NBA vão aproveitar a janela mediática para promover ações contra o racismo sistémico e promover a justiça social, sendo que vários jogadores têm sido ativos nos protestos decorrentes da morte de George Floyd, às mãos da polícia.

Desde sábado que a Florida já registou mais de 24.000 novos casos, mais de um quinto dos 111.724 confirmados desde 01 de março.

Até agora, o Departamento da Saúde ainda não atualizou o total de mortes associadas à covid-19 na Florida, com o último número situado em 3.327.

A pandemia de covid-19 já provocou quase 487 mil mortos e infetou mais de 9,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Assine nossa Newsletter