Economia azul “está de boa saúde” na UE - Plataforma Media

Economia azul “está de boa saúde” na UE

A economia azul na União Europeia (UE) “está de boa saúde” e registou em 2018 um volume de negócios de 750 mil milhões de euros, anunciou a Comissão Europeia em comunicado. No período, o sector empregava cinco milhões de pessoas, mais 11,6 por cento comparativamente a 2017.

As informações constam do Relatório de 2020 sobre a Economia Azul da UE, divulgado recentemente pela Comissão Europeia, documento que aborda a missão dos setores económicos da união ligados aos oceanos e ao ambiente costeiro.

O relatório lembra as fortes implicações da pandemia do novo coronavírus em setores ligados ao mar, como o turismo e atividades e as pescas. Assinala que ao nível global, a economia azul “tem um enorme potencial em termos de contribuição para uma recuperação ecológica”, adianta.

Lembra ainda que o meio marinho está associado a atividades tradicionais como a pesca e o transporte, reunindo um número cada vez maior de setores emergentes e inovadores, onde se incluem as energias marinhas renováveis. 

A UE continua a ser líder mundial em tecnologia de energia dos oceanos, esclarece o documento, assegurando que a união “está no bom caminho para produzir até 35 por cento da sua eletricidade a partir de fontes renováveis no mar até 2050”.

“As energias renováveis com origem nos oceanos, os alimentos, o turismo sustentável, a bioeconomia azul e muitas outras atividades que integram aa economia azul vão ajudar-nos a sair desta crise mais fortes, mais saudáveis, mais resilientes e mais sustentáveis. Estamos a fazer tudo o que é possível para atenuar o impacto do confinamento e proteger os empregos na economia azul e o bem-estar das comunidades costeiras sem abdicar das ambições ambientais”, assegurou o Comissário Europeu do Ambiente, Oceanos e Pescas, Virginijus Sinkevičius. 

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Related posts

Oceanos: o potencial para a economia mundial é ainda subestimado

MundoSociedade

UE fecha 'acordo histórico' para encerrar venda de motores a combustão em 2035

MundoPolítica

'América Latina pode alimentar mais gente', afirma alto representante da UE

EconomiaMundo

Líderes da UE acordam em trabalhar em medidas para aliviar faturas da energia

Assine nossa Newsletter