Jovens contra o terrorismo apoiam os 200.000 deslocados de Cabo Delgado - Plataforma Media

Jovens contra o terrorismo apoiam os 200.000 deslocados de Cabo Delgado

Aly Caetano, do grupo Ativista Moçambique, fala da campanha “Cabo Delgado também é Moçambique”, em conversa com a jornalista Yara General. Nesta quarta fase da campanha, em vigor desde 2018, pretende-se ajudar as famílias em fuga com apoio financeiro e moral

O ativista Aly Caetano explicou que o grupo de jovens contra o terrorismo que lançou a campanha “Cabo Delgado também é Moçambique”, em 2018, um ano depois dos primeiros ataques terroristas na região, teve um primeiro objetivo claro: mostrar ao mundo o que estava a acontecer na província localizada no norte do país. Agora, na quarta fase da campanha, a prioridade é “dar apoio na grande crise de deslocados. Temos 200 mil famílias deslocadas, entre pais, crianças e avós. Queremos apoiar moral e financeiramente essas famílias”, afirmou à jornalista Yara General, do canal online Cau Fontes Chanell.

Populações em fuga dos ataques em Cabo Delgado vão ao encontro da Covid-19

“Na primeira fase em 2018 decidimos começar a partilhar imagens e textos sobre os ataques para contextualizar. Em 2019, na segunda fase, decidimos recolher donativos para as famílias vítimas dos ataques. Angariámos três toneladas de donativos. Numa terceira fase houve a prisão do jornalista Amado e agora, na quarta fase da campanha, o grande objetivo é a grande crise de deslocados”, realçou.

População captura terroristas em Cabo Delgado

Artigos relacionados
Eleitos

Situação da Comunidade Portuguesa em Cabo Delgado e a Cooperação Portuguesa com Moçambique

MoçambiquePolítica

Cabo Delgado: Mudanças na chefia das Forças Armadas sinalizam desejo de inflexão

MoçambiquePolítica

É preocupante a “incapacidade” dos países africanos para resolver violência em Cabo Delgado

MoçambiqueMundo

África do Sul considera "preocupante" a falta de ação regional em Cabo Delgado

Assine nossa Newsletter